terça-feira, 6 de novembro de 2007

Ainda a propósito da I.

Recebi um comentário, que não podia deixar passar em branco porque a resume quase na perfeição "Realmente, aquela que é sempre um bocadinho mãe de todos os bebés, que vive intensamente as gravidezes à sua volta, aquela que tem um super instinto maternal que se topa à légua, vai ter o seu próprio bebé!
Uma mãe-coragem que é um exemplo para todas nós
."

Obrigado Mary, por conseguires descrever um bocadinho mais do que é a I., um coração tão grande que é impossível descrever em simples palavras.
Ela é a mãe de todos nós e a mãe dos nossos filhos.

1 comentários:

Catia disse...

Eu nunca consigo comentar neste blog... E acabo por desistir! Será que desta vez consigo deixar escrito o que já lhe disse muitas vezes? Que concordo com tudo isso que foi dito neste e no outro post que lhe foi dedicado e que, por muito egoísta que possa parecer, fico muito feliz por ela estar (quase) a ser mãe. E que estou aqui para tudo o que ela/s quiser/em e precisar/em.
Cáti